quarta-feira, 13 de abril de 2011

DESPEDIDA...




...
E marejados, os olhos
no reflexo do outro,
Nevavam...

Lágrimas e sangue escorriam nas
brancas
mãos...

E no entanto...
no entanto,

O coração arrancado
Ainda pulsava na mesma
fria mão...
...


5 comentários:

  1. Uau... Uau... Uau!

    Você arrebata nossos corações, lindona! Quebra tudo aqui dentro...

    Na verdade, remexe o que já estava quebrado... E ilumina tudo para enxergar melhor!!

    Adoro seus dotes poéticos e a maneira como a mensagem nos chega... SENSIBILIDADE ÚNICA!

    Um beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  2. Arranca meu coração.
    Sopra teu alento
    de morte!

    Ignora minha sorte.
    Conduz minha alma demente.
    Afinal,
    ninguém nasce pra semente!

    > Xêros e kêjos!!

    ResponderExcluir
  3. vou repetir a Tati, pois é só o que me vem

    UAU!!!!!

    arrepiou, ima gem e poema, fortíssimos

    Lindo!

    Beijos encantados!

    ResponderExcluir
  4. Uauuuu que tenso e intenso!!!!

    Meda!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Ai Kel

    Você e suas intensidades.....
    Intensas Idades
    Amei. Faz de novo, rsrsr
    Bjussss
    Sil

    ResponderExcluir